Homem que matou mulher e jogou o corpo na mata será julgado em agosto

Ele foi reconhecido como a pessoa que estava com a vítima quando ela foi vista pela última vez

Porto Velho, RO - 
O juízo da 1a. Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho marcou para o dia 22 de agosto o julgamento do caminhoneiro Carlinho Vieira do Nascimento, acusado do assassinato Maria Alcidente Bento Almeida, de 31 anos, ocorrido no dia 23 de setembro de 2016, na zona rural de Candeias do Jamari.

O corpo da vítima foi encontrado após vários dias depois de seu desaparecimento, em adiantado estado de putrefação, em uma mata na região da Linha Cascalheira. Segundo a Polícia, a vítima só foi identificada por causa de duas tatuagens. Maria Alcinete morava em Ariquemes, e era de Rio Branco (AC).

A última vez em que foi vista foi na companhia de um homem, em Ariquemes e que seria o suspeito. Apesar do crime não ter uma testemunha, há indícios claros coletados pela Polícia que colocam o caminhoneiro como suspeito número 1.

Ele foi reconhecido como a pessoa que estava com a vítima quando ela foi vista pela última vez. O caminhão em que ele trabalhava tamvém foi flagrado pelo radar da PRF, no dia provável em que o crime aconteceu.

Fonte: Redação

Postar um comentário

0 Comentários