Servidor público que tentou matar ex-mulher a golpes de canivete é indiciado em Vilhena



Porto Velho, Rondônia - Eliomar Alves Gomes, de 46 anos, conhecido por “Gaguinho” que tentou matar a ex-mulher por não aceitar o fim do relacionamento, foi indiciado por homicídio triplamente qualificado. 

O crime aconteceu no dia 17 de fevereiro de 2022 na Avenida Curitiba, no bairro Jardim das Oliveiras, em Vilhena.

Na ocasião, por volta das 13h30, a vítima J.S.P., de 37 anos, estava indo para casa de bicicleta, quando foi abordada e atacada a golpes de canivete pelo ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento.

Após golpear a vítima várias vezes, cenas registradas por uma câmera de segurança nas proximidades, Gaguinho achou que a ex-mulher estava morta e fugiu tomando rumo ignorado. Contudo, ela foi socorrida e sobreviveu ao ataque. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio.

Assim que tomou conhecimento do fato, o delegado titular do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Núbio Lopes de Oliveira, acionou sua equipe para investigar, e pediu a prisão preventiva do suspeito, deferida pela Justiça.

Contudo, Gaguinho estava foragido e teve sua foto divulgada pela polícia. Entretanto, no dia 28 de março de 2022, Gaguinho se apresentou na delegacia de Polícia Civil acompanhado de um advogado. Porém, como estava com a prisão decretada, ficou preso.

Todavia, após investigação e provas juntadas aos autos, o delegado Núbio Lopes encerrou o inquérito e indiciou Gaguinho por tentativa de homicídio triplamente qualificado. Ele aguarda o julgamento na cadeia.

Fonte – Extra de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários