GUAJARÁ-MIRIM: Câmara gasta quase R$ 9 mil para pagar curso de oratória a três vereadores na capital





Porto Velho, Rondônia - Na semana passada, três vereadores do município de Guajará-Mirim deram despesa de quase R$ 9 mil, além de mobilizar dois servidores do Poder Legislativo apenas com a singela justificativa de que foram participar de um curso de oratória na capital.

Dessa forma, o contribuinte da “Pérola do Guaporé” teve de desembolsar a bagatela de R$ 8,8 mil para o trio Mario Cezar de Carvalho, Romerito Pereira da Silva e Alexandre Felipe Domingos de Melo, a fim de que eles aprendessem a falar bonito na tribuna.

Conforme portarias expedidas pelo Legilsativo, cada um dos vereadores recebeu em diárias o valor de R$ 2 mil, mas precisaram mobilizar para tão importante missão o motorista Bruno Carneiro – o que implica dizer que houve despesas no mínimo com a manutenção de um veículo -, além da assessora Anatacha Quintão, que sabe-se lá por que precisou acompanhar o vereador Mario Cezar.

O motorista recebeu R$ 1,2 mil e a assessora R$ 1,6 mil para custear as despesas da viagem, que aconteceu entre os dias 07 e 10 de junho, tendo como destino a capital do Estado.

A ação não está sendo vista com bons olhos pela comunidade, que considera muito dinheiro aplicado para uma finalidade tão simplória.

Agora é esperar para ver se eles tiveram bom aproveitamento no curso aplicando na prática o que aprenderam para conseguir convencer com discursos a necessidade de tal gasto para este fim.

ADVOGADO QUER DEVOLUÇÃO DO DINHEIRO

O advogado Caetano Neto, presidente da Associação dos Direitos da Cidadania em Rondônia, informou que vai preparar representação junto à Justiça para que os parlamentares devolvam os recursos recebidos para o deslocamento à capital rondoniense.

Fonte – Extra de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários