Emater RO realiza mutirão de atendimento em parceria com INSS no distrito de São Carlos, no Baixo Madeira


O mutirão realizado pela parceria Emater-RO e INSS foi de grande importância para a comunidade.

Porto Velho, RO - A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater-RO realizou no último dia 20 de junho, no distrito de São Carlos, em Porto Velho, um mutirão de atendimento de serviços previdenciários. A ação foi realizada em parceria com o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, visando atender a demandas de atividades oferecidas pelo órgão naquela localidade.

O distrito de São Carlos está localizado às margens do rio Madeira, cerca de 120 quilômetros à jusante da Capital, Porto Velho, e abriga aproximadamente 1700 habitantes. Devido à dificuldade de acesso à região, em especial na área localizada na margem oposta do rio, onde a travessia depende de pequenas embarcações, as políticas públicas de desenvolvimento e cidadania demoram a chegar.

As políticas públicas são levadas à comunidade ribeirinha por intermédio da Emater RO

Com a pandemia, a comunidade que já havia sofrido com uma cheia em 2014 ficou ainda mais isolada, deixando de receber atendimento nos mais diversos segmentos governamentais. “A dificuldade da comunidade é grande”, diz Nagila Maria Paula de Oliveira, presidente da Associação dos Agentes de Ecoturismo, Pescadores e Agricultores do Rio Jamari e Adjacências do Baixo Rio Madeira – Aspar.

Embora uma parcela de moradores de São Carlos seja funcionário público, principalmente dos setores de saúde e educação, a economia da região é fortalecida por atividades tradicionais como: extrativismo de castanha e açaí; agricultura de várzea e de terra firme e pesca artesanal. Com a retomada das atividades, a Emater RO tem intensificado o serviço de assistência técnica e extensão rural através de visitas e metodologias coletivas, atendendo às demandas.

O mutirão realizado em parceria com o INSS foi de relevância para a comunidade. Muitos ribeirinhos tiveram acesso a serviços essenciais. “Foram realizados 31 atendimentos de protocolo para o benefício social salário-maternidade”, diz a extensionista da Emater/RO, Julia Costa, do escritório local de Porto Velho. Além do salário-maternidade, também foram realizados atendimentos para o recebimento de aposentadoria rural e auxílio doença.

Nagila argumenta que desde 2016 não havia esse tipo de serviço na comunidade, por isso agradeceu à Emater/RO e ao INSS pelo apoio e trabalho que vêm sendo feito com os ribeirinhos. “A comunidade está agradecida por eles terem vindo até a nossa comunidade”, finalizou a presidente da Aspar.

Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários