‘Sem ele nada faz sentido’, diz homem após cometer crime para ficar com namorado na cadeia


“Me prende pelo amor de Deus, sem ele nada faz sentido”, disse o homem ao delegado.

Porto Velho, RO - Um homem de 39 anos, que estava em liberdade condicional, foi preso duas vezes em menos de 24h esta semana em Dourados, no Mato Grosso do Sul. Ao ser questionado pela polícia sobre as ocorrências, ele disse que cometeu os crimes de furto e dano ao patrimônio público para voltar para prisão e ficar novamente com seu namorado que já estava preso.

Conforme com as informações do portal Uol, o namorado dele está preso na Penitenciária Estadual de Dourados. O homem furtou, no início da noite de segunda-feira (11), uma bicicleta e ficou na região do crime até ser visto pela dona do veículo.

Ela ainda pediu ajuda a populares para contê-lo, mas o suspeito não apresentou resistência e disse que cometeu o crime para voltar ao presídio para reencontrar o namorado. O homem foi solto horas depois para responder pelas ações em liberdade.

Insatisfeito com a situação e focado em reencontrar seu amor, ele voltou a cometer crimes logo após ser solto. O homem, de acordo com o delegado Gabriel Desterro, se dirigiu ao banheiro público da praça da cidade e depredou os vasos sanitários a fim de ser preso e reencontrar o namorado que ainda tem quatro anos de pena para cumprir.

Ficou esperando ao lado da Delegacia para ser preso

Depois de cometer o segundo furto e o dano ao patrimônio público, ele se dirigiu à sede da base da Guarda Municipal de Dourados e ficou aguardando ser preso, sentado ao lado do prédio.

O delegado disse que explicou para o homem sobre progressão de regime e livramento condicional que poderiam ser aplicados no caso do namorado dele. Segundo Desterro, inicialmente o homem disse que não era somente pelo namorado, mas depois assumiu que cometeu os crimes exclusivamente por essa razão.

“Me prende pelo amor de Deus, sem ele nada faz sentido”, disse o homem ao delegado.

Ele também disse às autoridades que se fosse solto, iria matar alguém para ser preso e poder falar com um juiz. O homem está preso na 1ª Delegacia de Polícia de Dourados, onde aguarda para participar de audiência de custódia.

Fonte: Portal CM7


Postar um comentário

0 Comentários