Apenado monitorado por tornozeleira vulgo "soneca" tem a casa invadida e acaba sendo morto a tiro e golpes de facão



Porto Velho, RO - Um jovem identificado como Wendel Wilian Pereira dos Santos, 26 anos, conhecido no mundo do crime como “Soneca”, foi brutalmente assassinado com vários tiros de pistola calibre .40 e golpes de facão na cabeça enquanto estava dormindo em sua residência localizada na rua Jaraqui, bairro Lagoa, zona leste de Porto Velho.

A Polícia Militar foi acionada e após chegar no local puderam constatar o crime de homicídio e solicitaram uma equipe do Samu para constatar o óbito, o local foi mantido isolado e a perícia criminal junto com o rabecão foram acionados para fazer os trabalhos necessários.

Durante a perícia foi possível constatar várias perfurações pelo corpo da vítima provocados por tiros de pistola calibre .40, e três golpes de facão na cabeça. Ao lado do corpo foram encontradas cápsulas de pistola e que a vítima era um apenado monitorado por tornozeleira eletrônica.

No celular da vítima foi encontrado mensagens onde ele já sabia que iria morrer, chegou a fazer relatos para uma pessoa e que estava no local escondido. Após a finalização o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal e a Polícia Civil segue com as investigações e não descarta a possibilidade de um possível acerto de contas ou briga entre facções rivais.

Postar um comentário

0 Comentários