Programa “Plante Mais” entrega 50 mil mudas de café clonal na região do Cone Sul


Em reunião com produtores do distrito de Novo Plano, Seagri e Emater entregaram mudas de café para produtores

Porto Velho, RO - Trazendo uma nova perspectiva para as culturas de café e de cacau no Estado, o programa “Plantes Mais”, do Governo de Rondônia, entregou, esta semana, 50 mil mudas de café clonal para vários produtores da região do Cone Sul.

Executado pela Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri) e Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO), o programa tem como objetivo incentivar o aumento da produção cafeeira e cacaueira e contribuir na geração de renda à família rural.

O presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, ressalta a importância do programa na economia. “Este ano iremos entregar mais de 5,3 milhões de mudas de café e essa ação é importante para a economia do Estado, do país, do município e principalmente para a renda do produtor. Estas mudas daqui dois anos, tem produção prevista para mais de 200 mil sacas de café e com os preços atuais isso significa mais 50 milhões na economia do Estado,” explica o presidente.

No distrito de Novo Plano, o agricultor João Batista Teixeira, um dos beneficiados pelo programa, garante que as mudas irão melhorar sua renda. “É muito gratificante receber essas mudas, com isso, vou conseguir produzir ainda mais, junto com aquelas que eu já tenho. Com preço atual do café teremos um bom retorno, uma boa opção para continuar investindo e nisso consigo ajudar meu filho que é estudante de agronomia e continuará o trabalho na agricultura familiar, tocar o que eu já estou construindo,” relata João Batista.

Em Corumbiara, o produtor Custódio Campos recebeu as mudas de café

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, explica que a região do Cone Sul está avançando na produção do café. “Aqui nessa região os produtores têm mais aptidão a pecuária de corte e leite, mas desde 2019 estamos incentivando a produção de café. Um exemplo, é que um produtor de Vilhena se classificou no Concafé, sendo o segundo café em qualidade.

Com isso, continuamos essas ações com os técnicos da Emater, fazendo um levantamento de produtores que tenham aptidão para a cafeicultura, incentivando com mudas e assistência técnica. Começamos também a preparar outros produtores para essa atividade, abrindo novas alternativas para agricultura familiar no Estado,” disse Padovani.

Em Corumbiara, o agricultor Custódio Campos, que trabalha com a lavoura há mais de 40 anos, vê o programa como uma grande ajuda para a agricultura familiar. “Se não fosse esse programa, eu não teria condições no momento de plantar o café. Essa parceria do Governo me deixou muito feliz e grato. A minha vida toda foi a agricultura, sempre trabalhei com meu pai e hoje tenho minha própria área e que também continuará sendo feita pela família,” explica o produtor.

Os agricultores inscritos como beneficiários do projeto receberam as mudas fiscalizadas e certificadas como isentas de nematóides de galhas, das pragas e doenças mais comuns na região. Nesta primeira etapa, foram contemplados produtores das cidades de Vilhena, Colorado do Oeste, Cabixi, Cerejeiras, Corumbiara e Chupinguaia.

Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários