Ordem de Serviço para a elaboração do projeto de construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Ji-Paraná é assinada pelo Governo de Rondônia


Representantes de Rondônia se reuniram em Brasília, com a equipe técnica do MInfra para renovação da validade do Termo de Compromisso

Porto Velho, RO - O Governo de Rondônia assinou no último dia 16 de março, a Ordem de Serviço (OS) para o início da elaboração do projeto de construção do novo Terminal de Passageiros (TPS) no Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná.

A criação do projeto prevê: Estudos de Campo, Projeto de Infraestrutura e Projeto de Edificações; custará R$ 764.840,58 (setecentos sessenta e quatro mil, oitocentos e quarenta reais e cinquenta e oito centavos), e será executado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuário (Infraero) que tem o prazo de 210 dias corridos, ou seja, até o mês de outubro de 2022 para conclusão do projeto.

Vale destacar que o Poder Executivo, juntamente com a direção-geral do Departamento Estadual de Estrada de Rodagem e Transportes (DER) se reuniram em Brasília (DF), com a equipe técnica do Ministério da Infraestrutura (MInfra) e renovaram a validade do Termo de Compromisso nº 008/2017 até março de 2025.

Segundo o diretor-geral do DER, Elias Rezende, o Governo Federal disponibilizou o valor de R$ 10.490.030,67 (dez milhões, quatrocentos noventa mil, trinta reais e sessenta e sete centavos), com contrapartida do Governo de Rondônia de R$ 687.138,70 (seiscentos e oitenta e sete mil, cento e trinta e oito reais e setenta centavos), totalizando R$ 11.177.169,37 (onze milhões, cento e setenta e sete mil, cento e sessenta e nove reais e trinta e sete centavos).

“Além dos diversos investimentos já realizados no Aeroporto de Ji-Paraná, agora focamos em construir um novo e moderno terminal para a população da região. O projeto será elaborado por uma empresa especializada no ramo, um projeto completo e seguro para a população”, comentou.

O projeto contemplará o Aeroporto José Coleto com um Terminal de Passageiros (TPS) modelo M2; mobiliário e equipamentos do TPS; Ajustes do Sistema Viário de acesso ao TPS; estacionamento de veículos e Serviços Complementares do Aeroporto (SBJI).

INVESTIMENTOS

O Executivo Estadual e DER, demonstram a preocupação com a melhoria do Aeroporto de Ji-Paraná e já investiram mais de R$ 8 milhões.

Entre as ações já entregues no Aeroporto José Coleto estão:
  • Certificação de Operação por Instrumento (IFR-Instrument Flight Rules) aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac);
  • Regularização da faixa de pista e faixa preparada 3C – IFR, que aumentou a largura da pista em mais 65 metros, e instalação de um PAPI na cabeceira 21 (Equipamento de auxílio a navegação aérea),
  • Além da construção de uma cerca operacional padrão da Organização da Aviação Civil Internacional (Icao).
Elias Rezende, ressalta que o Governo de Rondônia trabalha diariamente para melhorar a infraestrutura dos aeroportos do Estado. “Investir em melhorias, tecnologia e equipamentos para os aeroportos é uma missão gratificante. Sabemos que os aeroportos fomentam o progresso do Estado, facilitando o deslocamento de quem precisa viajar a negócios ou passeio”, finalizou.

Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários