Comitê Organizador comemora dia sem casos de covid-19 na bolha de Pequim-2022


Competição vai para a sua última semana com resultados satisfatórios em relação à doença que tirou o público das das provas

Porto Velho, RO - O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim-2022, na China, que entra em sua última semana, anunciou nesta quinta-feira que pela primeira vez não foi detectando nenhum caso de covid-19 na bolha sanitária do evento, aproveitando a ocasião para elogiar a rígida política chinesa de controle da pandemia do novo coronavírus.

Os quase três mil atletas e mais de 60 mil voluntários, funcionários de apoio, jornalistas e outros permanecem em uma grande bolha de isolamento na qual devem passar por exames do tipo PCR todos os dias e usar máscara o tempo todo.

Mesmo assim havia o temor de forte impacto do novo coronavírus nos Jogos de Inverno, especialmente com a contagiosa variante Ômicron. As provas estão sendo disputadas sem público por causa disso.

Desde 24 de janeiro, quando os dados oficiais começaram a ser divulgados, 435 casos foram detectados na bolha dos Jogos de Pequim, incluindo um número não revelado de atletas. Mas o número de testes positivos cai com a aproximação da cerimônia de encerramento, no próximo domingo, e nenhum caso foi detectado na última quarta-feira, o que confirma que a doença começa a ser controlada e que a organização dos Jogos faz um bom trabalho.

"Isso demonstra que as medidas dentro da bolha fechada foram efetivas", declarou Huang Chun, do gabinete de controle da pandemia do novo coronavírus do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio também sofreram com a pandemia de covid-19 no meio do ano passado. Eles foram adiados de 2020 para 21 e, mesmo assim, fechou suas portas para a presença de público. Nem mesmo os japoneses puderam acompanhar as provas.

Fonte: Estadão


Postar um comentário

0 Comentários