Militares vão prolongar estado de emergência em Mianmar


Medida vai vigorar por seis meses

Porto Velho, RO - A imprensa estatal em Mianmar afirmou, hoje (1º), que o conselho militar vai estender o estado de emergência por mais seis meses no país.

A movimentação se dá em meio a preparativos para a realização de uma eleição geral no ano que vem. Mianmar é um país situado no sul da Ásia e que faz fronteira com a Índia, Bangladesh, Tailândia, Laos e China.

Um jornal de circulação nacional informou que o conselho do Exército aprovou a medida por unanimidade e citou que o líder da junta teria dito que o país precisa fortalecer o que ele chamou de “um sistema democrático multipartidário pacífico e disciplinado”.

Histórico

Os militares declararam estado de emergência pela primeira vez em fevereiro de 2021, após tomar o poder do governo eleito liderado por Aung San Suu Kyi. A junta anunciou planos de realizar uma eleição geral em agosto do ano que vem, apesar de os opositores não acreditarem que o pleito possa ser livre e justo.

Mianmar vive momentos caóticos desde o golpe. Militares têm reprimido protestos em todo o país. Grupos que defendem os direitos humanos afirmam que mais de 2.100 civis foram mortos desde que o governo eleito foi derrubado.

Fonte: Agência Brasil


Postar um comentário

0 Comentários