Pílula antirressaca promete reduzir efeitos do álcool em até 70%


Comprimido composto por probióticos, vitamina B12 e cisteína promete combater efeitos físicos do álcool

Porto Velho, RO - Uma pílula com a proposta de prevenir ressacas foi lançada no mercado europeu nesta segunda-feira (4/7). A Myrkl promete quebrar as moléculas do álcool rapidamente, reduzindo os efeitos da bebida no corpo.

O medicamento foi desenvolvido pela empresa farmacêutica De Faire Medical em parceria com o Instituto de Ciência e Saúde Pfützner, da Alemanha. A indicação é que dois comprimidos sejam ingeridos uma hora antes do início dos “trabalhos”.

Os desenvolvedores afirmam que a pílula é capaz de reduzir a concentração de álcool no sangue em 50% já nos primeiros 30 minutos após a ingestão da bebida alcóolica.

De acordo com resultados publicados na revista científica Nutrition and Metabolic Insights, uma hora depois de terem tomado duas doses de vodca, os indivíduos que participaram do estudo já tinham 70% menos álcool no sangue do que o esperado.

Composição

A pílula é composta por probióticos, cisteína e vitamina B12. Esses três componentes ajudam a quebrar os subprodutos tóxicos do álcool no corpo e os transformam em dióxido de carbono e água, diminuindo o nível de etanol no fígado e dando mais disposição ao organismo.

Mesmo assim, o suplemento não é uma desculpa para beber além das recomendações indicadas. “É importante lembrar que o Myrkl não impede a embriaguez, mas estamos otimistas de que será um produto inovador para quem bebe moderadamente”, afirmou Håkan Magnusson, porta-voz da Faire Medical, ao jornal britânico The Sun.

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

0 Comentários