Mariana Carvalho pede afastamento da Câmara Federal para focar na pré-candidatura ao Senado, e decisão pode impactar sucessão estadual

Mariana e Flávio Bolsonaro: amizade que pode influenciar eleições ao governo de Rondônia


Porto Velho, Rondônia – Uma movimentação política ocorrida na quarta-feira 08 aponta um caminho que pode embaralhar as pretensões de busca de apoio do presidente Jair Bolsonaro na sucessão estadual em Rondônia, e deve ter deixado os comandos das pré-campanhas de Léo Moraes (PODE) e Marcos Rogério (PL) em alerta.

Trata-se do pedido de afastamento do mandato da deputada federal Mariana Carvalho (Republicanos) para dedicar-se neste momento à sua pré-campanha ao Senado, mostrando que a parlamentar porto-velhense não está blefando quanto ao seu projeto político.

Mariana Carvalho está alinhada ao grupo que deve acompanhar o governador Marco Rocha (União Brasil), tendo sido convidada por ele e pelo prefeito de Porto Velho, um antigo aliado seu, para compor a chapa majoritária do coronel, ocupando a vaga de pré-candidata ao Senado.

O impacto que isso provoca na sucessão estadual é significativo, uma vez que há pelo menos três prováveis postulantes ao governo de Rondônia sonhando em contar já desde o primeiro turno com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, fator que em Rondônia pode ser fundamental para decidir a eleição, e a proximidade de Mariana com Flávio Bolsonaro, também senador e filho do presidente pode pesar, e muito, nesta balança.

Não é segredo para ninguém que Flávio trabalha nos bastidores no sentido de fortalecer a colega de Parlamento neste projeto político, e agora fica a expectativa de se descobrir se outros postulantes a contar com a unção do presidente, caso de Jaqueline Cassol e Jaime Bagattoli em particular, contarão com um interlocutor tão próximo e influente junto a Jair para endossar tal pretensão.

Isso afeta o projeto político para os concorrentes ao Executivo, porque não é viável acreditar que o presidente apoiaria um candidato ao Senado de um grupo e o candidato ao governo de outro palanque, então o jeito é ficar com as barbas de molho e aguardar o próximo movimento neste intrincado jogo de xadrez político, tendo a compreensão que a jogada da deputada da capital colocou os demais concorrentes em xeque.

Para recompor a bancada federal de Rondônia na Câmara de Deputados foi convocado o suplente Lucas Folador (PSC).

Postar um comentário

0 Comentários