Suspeito de ter matado professora em Porto Velho é encontrado morto em presídio de Rondônia


O suspeito foi preso na última sexta-feira (06), após se envolver em um acidente com o carro da professora

Porto Velho, RO - O suspeito de ter matado uma professora identificado como Pedro Holanda Freitas Neto, de 33 anos, foi encontrado morto nesta tarde de domingo (08) no presídio José Mário Alves, o conhecido Urso Branco, em Porto Velho (RO).

O suspeito foi preso na última sexta-feira (06), após se envolver em um acidente com o carro da professora de filosofia Fernanda Herlana Tenório morta por estrangulamento.

Neste domingo, a Polícia Militar (PM) foi chamada para registrar a ocorrência junto com a Perícia Criminal e rabecão do Instituto Médico Legal (IML). Após Pedro Holanda ser encontrado morto.

Crime


Professora Fernanda Herlana Tenório de Lima, de 36 anos – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma professora identificada como Fernanda Herlana Tenório de Lima, de 36 anos, foi encontrada morta na noite desta sexta-feira (06). O corpo estava em um apartamento no, bairro Areal, na região Central de Porto Velho.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo da vítima foi localizado na parte superior do imovel. Além disso, a polícia identificou sinais de estrangulamento.

A Perícia Criminal foi chamada e após os trabalhos de praxe o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Fernanda Herlana Tenório de Lima, era professora de filosofia e lecionava na Escola Estadual Brasília. O principal suspeito é o namorado.

A Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Vida (DERCCV) investiga o caso.

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

0 Comentários