Quanto Vale a Vida


Vamos começar de novo, repetindo o título mas com uma sutil mudança: Quanto Vale a Vida?

Porto Velho, RO - Um sinal muda muita coisa não é? Fazemos questão de trazer a reflexão em cima de dois acidentes ocorridos no último final de semana no Estado de Rondônia. No sábado, em Ji-Paraná, um motociclista embriagado (situação confirmada tanto no laudo clínico médico quanto no termo de constatação policial) atropelou um ciclista causando sérias lesões na vítima.

Já no domingo, além de prendermos em flagrante um motorista não habilitado em Itapuã do Oeste que dirigia seu veículo embriagado colocando a vida de outros usuários da via em risco com suas ultrapassagens (perigosas e proibidas), também registramos um óbito no Município de Cerejeiras, tendo como vítima mais um ciclista.

Procurando no dicionário o significado da palavra SINAL, dentre as diversas possibilidades encontradas temos: “Expressão, gesto ou qualquer outra manifestação, feita com o intuito de avisar, advertir, mostrar ou conjecturar alguma coisa”. Este é o sinal que entregamos com a reflexão.

Há também o SINAL como prenúncio do mal, que infelizmente verificamos quando flagramos condutores que consomem bebida alcoólica e assumem a direção. Esse SINAL é o que buscamos combater seja aumentando nossas atividades de fiscalização de trânsito, seja nos fazendo presentes nos Trabalhos de Educação para o trânsito.

Temos o SINAL (aquele que não colocamos no título) como “ponto de interrogação” que pode ser visto fechando as seguintes frases: Quanto vale a vida de qualquer um de nós? Quanto vale a vida em qualquer uma daquelas situações? Quanto valia aquela vida perdida sem razão?

Enfim...

Por falar em SINAL, vocês conhecem os SINAIS de alteração da capacidade psicomotora da Resolução CONTRAN Nº 432 DE 23/01/2013 – os que permitem a Polícia identificar um condutor embriagado? Se alguém sabe quais são, dê um sinal.


Se você curtiu, compartilhe esse texto com seus amigos condutores responsáveis.

Fonte: PRF/RO

Postar um comentário

0 Comentários