Polícia deflagra operação para combater invasão de terras públicas em Rondônia


Ação ocorre nesta quarta-feira (4) em Pimenta Bueno, Rolim de Moura e Seringueiras

Porto velho, RO - A Polícia Civil deflagrou a 5ª fase da Operação Canaã para desarticular um núcleo de organização criminosa dedicado à invasão de terras privadas e públicas estaduais, em ação integrada com a Sesdec e Sedam. Ação ocorre nesta quarta-feira (4) em Pimenta Bueno (RO), Rolim de Moura (RO) e Seringueiras (RO).

A 5ª fase da Operação Canaã, nomeada Escurão, é coordenada pela DRACO2 (2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado).

Segundo os delegados, a organização criminosa age mapeando o local alvo da invasão e, usando armamento de calibre de grande poder de impacto, invade a propriedade rural, repartindo-a e vendendo os lotes aos camponeses e investidores, mediante pagamento pecuniário ou na forma de veículos e armas, sob a promessa de legalização da posse após a tomada violenta da terra.

Nesta fase, a investigação tem como alvos os integrantes do núcleo da Orcrim atuante na região de Pimenta Bueno e em Áreas de Proteção Ambiental Estaduais do entorno.

Foram cumpridas 11 medidas cautelares de busca e apreensão nas cidades de Pimenta Bueno, Rolim de Moura e Seringueiras. O nome da operação é em alusão à região situada em um distrito de Pimenta Bueno.

Apoiaram a operação a Sesdec, a Sedam, a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core/PC), além de unidades da Polícia Judiciária do interior, em especial as Regionais de Cacoal (RO), Ji-paraná (RO) e São Miguel do Guaporé (RO).

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

0 Comentários