MORDE E ASSOPRA: Depois de ameaçar com CPI, presidente da Câmara alivia para prefeito de Vilhena

Japonês e Ronildo: Muito mais em comum do que em divergências

Porto Velho, Rondônia - Parecia que dessa vez o caldeirão havia mesmo entornado, e finalmente a Câmara de Vereadores de Vilhena, através de ação do presidente Ronildo Macedo (PV), iria escorar o prefeito Eduardo Japonês (PSC) na parede, porém pelo jeito foi tudo jogo de cena.

No início da semana Macedo havia concedido entrevistas à imprensa, inclusive tendo falado com o ALÔ RONDÔNIA, fazendo graves denúncias contra o prefeito, afirmando, também, que a situação havia chegado no limite, e que os casos relatados seriam enviados para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, para avaliação da possibilidade de propor uma CPI, e ao Ministério Público.

No entanto, dois dias depois o mesmo Ronildo Macedo encaminhou expediente à administração municipal convidando o prefeito a ir se explicar na próxima sessão da Câmara de Vereadores, na semana que vêm.

É bom frisar que o mesmo convite havia sido feito para esta semana, e Eduardo simplesmente declinou, e que a Câmara não tem poderes para convocá-lo, a não ser em caso de CPI.

Oriundos do mesmo "ninho", o grupo político capitaneado pelo deputado estadual Luizinho Goebel, Macedo e Japonês tem muito mais coisas em comum do que diferenças, e na cidade muita gente acredita que é muito mais fácil eles se reconciliarem do que partir para o enfrentamento total.

Apesar disso, causou certa estranheza e desconfiança essa mudança tão brusca de posicionamento. Enfim, quem viver, verá o desenrolar dos próximos capítulos desse novelão mexicano.


Postar um comentário

0 Comentários