Escoltado por policiais, empresário de Cacoal agride jornalista num shopping da cidade

Porto Velho, Rondônia – Um caso ocorrido em abril passado, mas que só veio à tona esta semana, está causando polêmica e repercussão nas redes sociais do Estado, principalmente na região de Cacoal.

Trata-se de uma agressão do empresário Luiz Rafael Cavalcanti Fernandes, de 36 anos, contra o jornalista Paulo Rosa, apresentador do programa A Voz da Comunidade.

O entrevero aconteceu em 14 de abril, poucos dias depois que uma empresa de propriedade de Fernandes acabou sendo tema de notícia em virtude de denúncias feitas por clientes, que acabaram repercutindo na atração apresentada por Paulo Rosa.

O empresário não gostou, e acabou abordando o jornalista na praça de alimentação do shopping da cidade, e após oferecer dinheiro e tentar persuadir o comunicador a o defender na imprensa, acabou se revoltando e partiu para a agressão.

A situação só não foi pior porque Rafael acabou sendo contido por dois homens que o acompanhavam na ocasião. Mesmo assim, o jornalista teve seu celular destruído e chegou a ser atingido por socos que, para sua sorte, não o acertaram em cheio.

Porém, tal companhia acabou gerando ainda mais controvérsia, posto se tratar de dois policiais militares que estavam à paisana, identificados como sargento Amâncio, de Cacoal, e soldado Gilvan, do distrito de Nova Estrela, que estavam fazendo sua segurança pessoal.

O caso revelado só agora promete ter desdobramentos, e explicações se fazem necessárias acerca da escolta policial informal que aparentemente está à serviço do empresário.

Confira gravação em vídeo com todo o acontecimento, narrado pelo próprio jornalista:

Postar um comentário

0 Comentários