WhatsApp vai permitir envio de mensagens a milhares de pessoas após as eleições


TSE fez acordo com a empresa para não implementar nenhuma mudança significativa do produto no Brasil antes do pleito de 2022

Porto Velho, RO - O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (14) uma nova funcionalidade dentro da plataforma. O recurso, chamado de Comunidades, vai permitir que os administradores enviem mensagens a diferentes grupos ao mesmo tempo. O lançamento no Brasil, porém, só acontecerá após as eleições deste ano.

Na prática, a novidade permite disparos em massa para diferentes grupos de interesses comuns. Isso acende um alerta quanto ao envio de informações falsas em ano de eleição, mas a empresa ressaltou que nenhum recurso novo será implementado antes do pleito de 2022. O WhatsApp avalia que o público-alvo da iniciativa são escolas, empresas e moradores de prédios.

“É importante ressaltar que, como já previamente informado em uma reunião entre o então presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, e o CEO do WhatsApp, Will Cathcart, o WhatsApp não implementará nenhuma mudança significativa do produto no Brasil antes das eleições”, divulgou a empresa.

Segundo comunicado da empresa, as Comunidades devem permitir uma “melhor organização de grupos separados sob um ‘guarda-chuva’ principal”. Ou seja, diretores de escola, por exemplo, vão poder criar um grupo daquela instituição na plataforma abrangendo outros subgrupos separados de professores, alunos e classes. Nela, os responsáveis pelo colégio podem enviar mensagens de avisos a todos ao mesmo tempo.

Após o período eleitoral, o aplicativo vai promover uma série de novidades, além da implementação das Comunidades. Entre elas, estão as reações com emojis para mensagens, a exclusão de mensagens em grupos pelo administrador, o aumento da capacidade de envio de arquivos grandes para até 2 gigabytes e chamadas de voz com apenas um toque para até 32 pessoas.

Fonte: R7


Postar um comentário

0 Comentários