Tribunal do Júri condena três pessoas pela morte de homem integrante de facção criminosa em Pimenta Bueno



Porto Velho, RO - Dois jovens com idades de 21 (vinte e um) anos e um homem de 36 (trinta e seis) anos, foram condenados em julgamento realizado em Pimenta Bueno na quinta feira (31/03), pelo assassinato de um rapaz de 26 (vinte e seis) anos.

O Promotor de Justiça Tiago Cadore, da 3ª Promotoria da Comarca de Pimenta Bueno, representou o Ministério Público no Júri e apresentou os fatos, acatados pelo Conselho de Sentença.

O Ministério Público pediu a condenação por homicídio quadruplamente qualificado, motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima e crime cometido para assegurar vantagem entre facções rivais, corrupção de menores e, ainda, por integrarem organização criminosa armada e com participação de adolescentes.

As condenações dos três réus foram de 23 (vinte e três) e 24 (vinte e quatro) anos, conforme a culpabilidade de cada um comprovada nos autos do processo.

O caso: o assassinato ocorreu em março de 2020. Segundo o inquérito criminal, a vítima teria sido morta através do chamado “Tribunal do Crime”, por integrar uma facção e ter decidido mudar para outra rival. O Rapaz gravou um vídeo em que afirmava a mudança e por isso foi torturado e morto pelos integrantes da organização que deixou.

De acordo com o inquérito, ainda há outros acusados de envolvimento, inclusive dois adolescentes, que ainda serão julgados.


DCI - Departamento de Comunicação Integrada


Postar um comentário

0 Comentários