Mulher de Guajará é detida no Aeroporto do Recife com quase seis quilos de cocaína


Distrito Sanitário Especial Indígena decidiu exonerar a chefe da Casai e afastar duas enfermeiras

Porto Velho, RO - Na manhã da última quinta-feira (28) uma mulher de 23 anos foi presa em flagrante, no Aeroporto Internacional dos Guararapes,, com quase seis quilos de cocaína.

A mulher que é do Guajará-Mirim/RO, possui antecedentes criminais e já foi presa em 2019 por receptação de uma moto. Ela tem 3 filhos (um de 8 e outro de 2 anos) e no momento estava carregando um bebê de 1 mês.

Durante os trabalhos de fiscalização da Polícia Federal destinados a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes bem como outros tipos de crimes praticados no Aeroporto Internacional dos Guararapes a mulher foi descoberta.

A passageira trazia presa ao seu corpo (barriga e em suas pernas) 5,9 kg de cocaína de origem boliviana. Os federais desconfiaram da mulher devido ao seu intenso nervosismo e por se contradizer em suas respostas quando foi levada até a sala da Polícia Federal (PF) para uma entrevista prévia. Ao ser submetido à inspeção por uma policial, a cocaína foi descoberta presa ao seu corpo.



Logo em seguida a mulher foi presa e autuada pela prática do crime contido no artigo 33 c/c 40, item V da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes) e caso seja condenada poderá pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

Além da droga também foi apreendido um aparelho celular e suas passagens aéreas. Durante o interrogatório a presa informou que recebeu a droga na Bolívia e tinha como destino final Fortaleza/CE onde seria entregue para uma pessoa na qual não informou. Disse também que pelo serviço de transporte iria receber a quantia e R$ 10 mil.

A presa já passou por audiência de custódia e foi liberada devendo responder ao processo em liberdade. Esta é a sétima apreensão de drogas realizada no aeroporto internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre no ano de 2022 – até agora 20 kg de cocaína e 21,6 kg de maconha foram apreendidos e efetuada a prisão de seis mulheres e três homens.

Fonte: Diário da Amazônia


Postar um comentário

0 Comentários