Divórcio de Will e Jada Smith pode ser pior do que de Angelina e Brad Pitt e um dos mais feios do showbiz


Entenda a trajetória polêmica do casal e as consequências de uma possível separação

Porto Velho, RO - Desde o escândalo do tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar de 2022, após o criador de Todo Mundo Odeia o Chris zombar da alopecia de Jada Smith, as tensões entre o casal aumentaram, segundo uma fonte exclusiva para a Heat Magazine. Além disso, de acordo com a publicação, o divórcio do casal Smith seria um dos mais feios da história do showbiz, pior até mesmo do que o término de Angelina Jolie e Brad Pitt.

A fonte relatou que o casal mal está se falando no momento e que, caso a separação se confirmasse, Jada teria direito a metade da fortuna de Will Smith, o equivalente a 350 milhões de dólares, ou 1,6 bilhão de reais, de acordo com a lei californiana.

Trajetória e casamento aberto

O casal de Hollywood se conheceu em 1994, quando Jada fez teste para um papel da comédia Um Maluco no Pedaço, em que Will seria seu par romântico. Ela não conseguiu a vaga, porém conheceu o futuro marido. Em 2013, os rumores sobre os dois viverem um casamento aberto começaram. Jada, no entanto, desmentiu os boatos na época, em publicação nas redes sociais.

As tensões entre os dois começaram logo em 1997, quando se casaram. Em entrevista à GQ, Will disse que a esposa nunca acreditou em casamentos convencionais. Apesar de desprezar a cerimônia tradicional, Jada não quis decepcionar, principalmente, a sua mãe, então cedeu à pressão do casamento.

Após tantos desentendimentos e opiniões diferentes, Will revelou entre os capítulos do livro que escreveu que ele e Jada decidiram que não poderiam ser responsáveis pela felicidade um do outro e que o relacionamento aberto seria a única maneira de o casamento funcionar.

Os boatos seguiram conforme os anos e, em 2016, Jada confirmou estar vivendo um relacionamento com o cantor de R&B August Alsina. Durante o tempo, a atriz disse estar separada de Will, porém, em 2021, Will comentou o seu casamento aberto com Jada em entrevista concedida a Oprah Winfrey. O ator confirmou que eles nunca realmente se separaram: "Concordamos que ela tinha que se fazer feliz e eu tinha que me fazer feliz e, então, iríamos nos apresentar de volta ao relacionamento".

Chances do divórcio

Durante um episódio do Rap Radar Podcast em 2018, Will disse que ele e Jada não dizem ser casados. "Nós nos referimos a nós mesmos como 'parceiros de vida', onde você entra naquele espaço no qual você percebe que está literalmente com alguém pelo resto de sua vida. Não há disjuntores. Não há nada que ela possa fazer — nunca —, nada que quebraria nosso relacionamento. Ela tem meu apoio até a morte, e é tão bom chegar a esse espaço."

Apesar de todas as consequências, Jada já disse em seu programa Red Table Talk que o divórcio nunca é uma opção para a sua família e que não tem maturidade para uma separação amigável. Ela também citou as dificuldades financeiras que a separação causaria à sua família, além de desejar o melhor para os seus filhos Willow e Jaden Smith. Will também já comentou o assunto no talk show: "Como eu já havia me divorciado antes, não me divorciaria novamente. O divórcio não era uma opção".


Postar um comentário

0 Comentários