DER realiza manutenção nos 42 quilômetros da RO-475 entre Vale do Paraíso e a RO-135


Manutenção nas rodovias primárias garante o escoamento da produção do agronegócio

Porto Velho, RO - Com o fim do inverno amazônico, as equipes das 14 Residências Regionais do Departamento Estadual de Estradas Rodagem e Transportes (DER), intensificam os serviços de recuperação e manutenção das rodovias primárias (não pavimentadas).

Nessa semana a equipe da 3ª Residência Regional do DER, de Ouro Preto d’Oeste, iniciou os trabalhos de patrolamento (reconformação da plataforma), recomposição de revestimento primário (encascalhamento) e saída de água (drenagem) nos 42 quilômetros de extensão da rodovia 475 (RO-475) entre o município de Vale do Paraíso passando pelo distrito Rondominas, em Ouro Preto do Oeste, até a RO-135 em Ji-Paraná.

Os serviços de reconformação da plataforma, têm como finalidade remover as imperfeições da rodovia não pavimentada, melhorando a trafegabilidade de todos que a utilizam no cotidiano, principalmente para o escoamento da produção do agronegócio.


Rodovia recebe revestimento primário

“O encascalhamento é aplicado em quase toda a extensão da rodovia. Principalmente em pontos mapeados pela equipe técnica durante o período chuvoso. Agora com a chegada do período de estiagem, os serviços ganham celeridade para assegurar a trafegabilidade dos usuários da via”, ressaltou o responsável pela 3ª Regional, Boby Gil.

Segundo o diretor-geral do DER, Eder André Fernandes, o departamento é responsável por mais de 6 mil quilômetros de rodovias. “Hoje são mais de 4.500 quilômetros de rodovias primárias (não pavimentadas) e mais de 1.500 quilômetros de rodovias pavimentadas.

Nossos servidores das 14 Regionais e das 5 usinas de asfalto do DER trabalham para que as rodovias estejam trafegáveis durante o ano todo, inclusive no período do inverno. Entendemos que nossas rodovias são os corredores do progresso, por elas transitam diariamente toda a produção do Estado”, finalizou o titular da pasta.

Fonte: DER


Postar um comentário

0 Comentários