Alto Paraíso debate instalação do Conselho Municipal de Segurança Pública


Porto Velho, Rondônia - Por convocação do prefeito João Pavan, o Município de Alto Paraíso realiza na noite desta quarta-feira 13 Audiência Pública para que a sociedade civil organizada discuta a instalação de um Conselho Municipal de Segurança Pública na cidade, visando criar um organismo plural e participativo a fim de atuar no setor, discutindo, apresentando propostas e trabalhando para garantir a paz e o bem-estar da comunidade.

A iniciativa partiu de evento realizado em fevereiro passado, ocasião em que se promovia uma outra audiência pública, onde o tema tratado era a problemática das drogas na cidade e suas consequências, ocasião em que o então Delegado Regional da Polícia Civil, Rodrigo Camargo, presente na reunião, alertou as autoridades e lideranças locais a respeito de eventual risco de desativação da Delegacia de Polícia Civil alto-parisiense, aconselhando que houvesse uma movimentação coletiva em torno da questão para evitar tal retrocesso.

Como a  instalação da delegacia da Civil na cidade foi fruto de uma luta incansável da comunidade travada em 2.018 (FOTO), liderada na ocasião por lideranças como o falecido Padre José Leylson Alfredo, e com a participação em peso da sociedade dada a questão da necessidade do enfrentamento da violência, imediatamente o prefeito João Pavan instituiu uma comissão para organizar o encontro desta noite a fim de esclarecer e discutir o assunto.

Será o momento em que convidados de fora representando o governo do estado, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Polícia Militar e outros, irão dialogar com a sociedade local representada através de associações, empresários, políticos e a população em geral, tendo oportunidade de debater o assunto e compor o Conselho que cuidará de todos os assuntos relacionados a Segurança Pública em Alto Paraíso, como um organismo representativo da coletividade.

O ex-governador Daniel Pereira, que na época da instalação da Delegacia de Polícia Civil de Alto Paraíso era o gestor do Estado, e que faz parte do Conselho Nacional de Segurança Pública, garantiu presença no encontro, que deve contar também com deputados e integrantes da representação regional da Casa Civil e da Polícia Civil.

O próprio delegado Rodrigo Camargo, que está afastado do comando da regional em virtude de ser pré-candidato às eleições deste ano, também foi convidado para ser consultado pela sociedade local a respeito de seu alerta e em agradecimento a seu gesto de preocupação com a questão.

“Isso se faz necessário pois não é a primeira vez que notícias como esta preocupam a nossa população, e chegou o momento de garantirmos não apenas a permanência de nossa delegacia, mas sim a sua consolidação através de investimento em recursos humanos, com delegado titular permanente na cidade, estrutura de trabalho, equipamentos, viaturas e suporte para que a Polícia Civil consiga garantir seu pleno funcionamento e cumprir seu papel no sistema de segurança à nossa população”, argumentou Pavan.

A realização da Audiência Pública mobilizou a cidade e a perspectiva é que o auditório da Prefeitura Municipal fique lotado na noite desta quarta-feira, a partir das 19 horas, quando acontece o encontro.

O evento terá cobertura ao vivo pela Rádio Cidade FM e será transmitida através de lives nas redes sociais oficiais do Município.

(Na foto, cena da inauguração da Delegacia de Polícia Civil de Alto Paraíso, que ocorreu em 2.018)

Postar um comentário

0 Comentários