Governo assina protocolo de intenções com Banco da Amazônia para impulsionar setores produtivos de Rondônia


Recursos destinados a Rondônia vão beneficiar desde o pequeno produtor rural até o grande empreendimento de infraestrutura

Porto Velho, RO - Durante a coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (21) foi assinado o Protocolo de Intenções de Aplicação do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) no Estado de Rondônia.

A assinatura do protocolo vai garantir desenvolvimento econômico e social da região por meio de programas de financiamento aos setores produtivos privados no Estado por intermédio do valor de R$ 2,68 bilhões disponibilizados pelo FNO que será administrado pelo Banco da Amazônia (Basa).

O governador do Estado, Marcos Rocha, ressaltou que a aplicação do fundo vai permitir ao homem do campo, a indústria e o comércio, acesso aos recursos com baixos juros e ajudar a melhorar a economia.


Governo do Estado ressalta a importância da aplicação do fundo

“O Basa investiu no ano passado em Rondônia em torno de R$ 1,5 bilhão que gerou um crescimento acelerado em pouco tempo na região. Se em 2019 a produção agrícola era de R$ 9 bilhões e já tivemos uma crescimento imenso, imagina então com esses R$ 2,68 bilhões. Por meio das nossas secretarias o Executivo Estadual está trabalhando para fazer com que nosso Estado se fortaleça cada vez mais com a geração de emprego e renda”, disse Marcos Rocha.

De acordo com o presidente do Basa, Valdecir Tose, os recursos destinados a Rondônia vão beneficiar desde o pequeno produtor rural até o grande empreendimento de infraestrutura. Segundo ele, na região urbana, o Banco da Amazônia estará alterando o modelo de juros no dia 1º de maio. Serão oferecidos juros pré-fixados que facilitam o setor de comércio e serviços.

“O FNO tem juros subsidiados, vamos trabalhar com uma taxa de juros de 5,5% ao ano. São juros extremamente atrativos, prazos compatíveis, é a oportunidade da empresa crescer, mas de forma sustentável sem fazer loucuras para ir galgando seu crescimento, trazendo desenvolvimento para a região”, contou Valdecir Tose.

O titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Sérgio Gonçalves, disse que vai providenciar crédito nos grandes investimentos no Estado. “Rondônia é um Estado com muita intensidade de investimento, cumprimos nossas metas e ainda puxamos recursos de todos os estados. O Basa vai oferecer esses investimentos e com certeza quem vai sair ganhando vai ser a população, que terá mais qualidade de vida tanto no setor econômico quanto no social, com geração de emprego para a população”.

O Basa possui uma superintendência regional e 14 agências distribuídas pelo Estado, que atendem 100% dos 52 municípios pelo FNO. Os recursos serão investidos em todas as áreas, tanto em atividades comerciais, industriais quanto no agronegócio do pequeno agricultor, sendo um conjunto de ações que vai fortalecer Rondônia e gerar oportunidade, emprego e renda.

Os programas que serão beneficiados com os recursos são:
  • FNO Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura (Pronaf) – R$ 477,4 milhões;
  • FNO Amazônia Rural- R$ 1,187 bilhões;
  • FNO Amazônia Empresarial- R$ 436,2 milhões;
  • FNO Amazônia Infra- R$ 576,5 milhões;
  • FNO Amazônia MPO- R$ 2,199 milhões e
  • Crédito Comercial- R$ 425,28 milhões.

Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários