DIA NA HISTÓRIA





BOM DIA 18 DE FEVEREIRO!

COMEMORA-SE

Dia Nacional do Combate ao Alcoolismo, Dia Mundial do Gato

Católicos lembram São Simeão de Jerusalém, São Angilberto, São Flaviano, São Teotônio, São Tarásio de Constantinopla (25 de fevereiro na Igreja Ortodoxa), São Beato João de Fiesole (Fra Angélico).

RONDÔNIA

1919 – Chega a Porto Velho o reverendo Eurico A. Nelson, da Igreja Batista, que realiza no prédio denominado Vaticano dia 24 um seminário com o tema “Vencer”.

1964 – A diocese de Guajará-Mirim faz funcionar, em fase experimental, a Rádio Educadora.

1974 – Eleito o 1º presidente da seccional da OAB, advogado Fouad Darwich Zacharias, que desde 1972 presidia a Comissão organizadora da seccional




BRASIL

1808 – Dom João VI cria a Escola de Cirurgia da Bahia, 1ª escola de Medicina do Brasil. 1942 – Alemães torpedeiam o navio brasileiro Olinda, na costa dos EUA. 1943 – O navio Brasiloid, do Lóide Brasileiro, é torpedeado pro submarino alemão na costa da Bahia. 2006 – 1,5 milhão de pessoas assistem ao show dos Rolling Stones em Copacabana, RJ.

MUNDO

1546 - Morre Martinho Lutero, idealizador da reforma protestante.

1885 – Primeira edição de “Aventuras de Huckleberry Finn”, livro de Mark Twain.

2010 - WikiLeaks publica o 1º de milhares de documentos confidenciais.

FOTO DO DIA

Ainda em fase experimental, a diocese de Guajará-Mirim colocou no ar, em 1964, a Rádio Educadora, pioneira dentre as emissoras brasileiras na região fronteiriça com a Bolívia, implantada sob coordenação do bispo Dom José Martins da Silva, que muitos guaporeanos designam por “santo”, mas o trabalho de implantação teve à frente o padre e médico Ferdinando Alexandre Bendoraitis – em Porto Velho, o padre italiano Victor Hugo foi o mentor da instalação da Rádio Caiari, em 1961, mais antiga, em atividade, na radiodifusão rondoniense.

Na Educadora, o garoto Wilson Charles, então com 13 anos de idade, foi enviado por Padre Bendoraitis para fazer um curso de rádio e televisão em Manaus e, depois, foi o formador dos locutores, ensinando muita gente a fazer rádio. Wilson Charles, que trabalhou na Educadora mais de 40 anos, era conhecido a nível nacional como “Wilson Charles do Brasil”.

Por - Lúcio Albuquerque

Postar um comentário

0 Comentários