Publicidade

NOTA DE ESCLARECIMENTO - Fábrica da Samsung não vem para Rondônia este ano


Instituto Sidia, que tem a gigante coreana como parceira, disse apenas que há estudos para instalação de uma unidade no estado

Porto Velho, RO -
Nesta semana, vários sites de Rondônia anunciaram de forma extraoficial, que o Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, apontado como uma das subsidiárias da Samsung (o que não é verdade, segundo o próprio Sidia), chegaria ao estado ainda este ano com investimentos iniciais de mais de 1 bilhão de reais.

Os textos ainda animavam seus leitores, informando que no início da produção seriam contratados 2 mil trabalhadores. Isso devido a transferência da unidade da empresa em Manaus para Porto Velho.

Outro ponto divulgado é que as tratativas estavam bem adiantadas com uma faculdade rondoniense para a formação de profissionais de Engenharia da Computação, que seriam contratados pela nova empresa.

Ainda conforme as publicações, as autoridades estaduais estão empenhadas em assegurar a vinda da gigante coreana para o Estado.

“O Governo de Rondônia está liderando as negociações e as pesadas obras programadas para, o mais rápido possível, na área do Distrito Industrial de Porto Velho, que abrigará a empresa, fazem parte do pacote de contrapartidas que o Estado dará para receber uma organização de grande porte”.

A única sinalização foi do Instituto Sidia, que em nota de esclarecimento, apontou que “está sendo realizado um estudo para uma possível implantação de uma unidade em Porto Velho (RO) e reforça que não divulga valores de investimentos e detalhes técnicos dos projetos”.

Veja nota de esclarecimento na íntegra:

“O Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, como instituto de pesquisa independente, sem fins lucrativos, esclarece que as matérias publicadas nesta semana com o tema ‘Opinião de Primeira: subsidiária de alta tecnologia da Samsung chega a RO oferecendo dois mil empregos diretos’, não encontram respaldo em nenhum registro oficial de nosso instituto.

O Sidia afirma que está sendo realizado um estudo para uma possível implantação de uma unidade em Porto Velho (RO) e reforça que não divulga valores de investimentos e detalhes técnicos dos projetos.

O Sidia reitera que é um instituto independente e que a Samsung é apenas uma parceira do negócio, assim como outras empresas do mercado”.

Fonte: Rondôniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários