Publicidade

Secretaria de Finanças adere ao Programa Rondoniense de Integridade que destaca ambientes éticos e transparentes

Proin vem fortalecer algumas práticas já adotadas pelo controle interno da Secretaria como gestão de competências

Porto Velho, RO - A estratégia para implantar os Planos de Integridade e aprimorar a estrutura de governança dos órgãos e entidades estaduais vem dando certo em Rondônia. Nesta semana a Secretaria do Estado de Finanças (Sefin) foi a primeira a aderir ao Programa Rondoniense de Integridade (Proin).

Trata-se da adesão efetiva às ações íntegras que promovam ambientes éticos e transparentes na formulação de procedimentos internos de prevenção, detecção e remediação de práticas de corrupção, fraudes, subornos, irregularidades e quaisquer outros desvios éticos e de conduta na secretaria.

De acordo com o secretário de Finanças Luís Fernando, a adesão ao Proin vem fortalecer algumas práticas já adotadas pelo controle interno da Secretaria como gestão de competências e seleção para alguns cargos em comissão de direção técnica.


“Para o bom desempenho da gestão governamental do Estado, a Sefin aderiu ao programa com o objetivo de aprimorar a estrutura gestão de riscos, controles e fomento à conduta de ética, voltados ao interesse público, ao controle social e transparência das políticas públicas governamental”, disse o secretário.

De acordo com o gestor da Controladoria Geral do Estado (CGE), Francisco Netto, a inserção da gestão de risco traz benefícios à administração pública na perspectiva qualitativa e na adoção de uma gestão proativa, por meio da identificação e tratamento dos riscos, tornando-a mais eficaz nos controles internos de gestão, alocação e uso dos seus recursos, proporcionando assim um aumento das chances de atingir os seus objetivos finalísticos.

No começo do mês a CGE promoveu uma oficina on-line para orientar os órgãos e entidades vinculadas à Administração Pública estadual sobre a implantação do Plano Rondoniense de Integridade. O evento virtual contou com a participação da Ouvidora-geral Etelvina Rocha e do superintendente da Controladoria Regional da União, Miguel Kurilo.

Durante a oficina foi disponibilizado um manual e guia prático de implantação do Proin que pode ser acessado pelo link https://transparencia.ro.gov.br/ProgramaDeIntegridade/

O programa é mais uma medida do pacote estadual de combate à corrupção que já foi executado 87% desde 2019.

Secom - Governo de Rondônia




Postar um comentário

0 Comentários