Publicidade

Homem com doença cardíaca pede apoio para que autoridades providenciem tratamento


Porto Velho, Rondônia - Um jovem porto-velhense está passando por tremenda provação para ter chance de salvar a própria vida. Portador de uma doença congênita, que se agravou há uma década e piorou muito nos últimos dois anos, ele buscou o Programa do Fogaça para tentar sensibilizar as autoridades e resolver seu dilema.

O rapaz é portador de uma valvopatia, doença que afeta as válvulas cardíacas, sendo que uma delas precisa ser operada com urgência. O paciente tem vários laudos médicos que comprovam a gravidade de seu estado, mas sua busca por solução ao problema tem sido arrastada e, por enquanto inútil.

Mesmo estando cadastrado na regulação do Hospital de Base, além de inscrito no T.F.D. - procedimento de transferência de pacientes para tratamento em outras cidades - e tendo em mãos um parecer favorável do Ministério Público para que seu caso seja resolvido pelo Estado, ele continua sem conseguir o tratamento que precisa.

Segundo ele, o máximo que obteve foi a concessão de duas passagens aéreas para fora do Estado, sem garantia alguma de atendimento.

O pior é que ele tem crises constantes, vive à base de muita medicação, e pode sofre morte súbita a qualquer momento.

O drama do paciente é partilhado com a mãe dele, que pede encarecidamente para que as autoridades resolvam de uma vez a situação e salvem a sua vida.

Veja na reportagem abaixo todos os detalhes do drama sofrido pelo rapaz:


Postar um comentário

1 Comentários

  1. É um absurdo não ter conseguido nem com parecer do MP. Parece brincadeira, já que o problema é sério e previsto na lista de procedimentos do SUS. Nada justifica a inércia do Estado, a não ser, má vontade.

    ResponderExcluir