Publicidade

EM LIBERDADE - Casal acusado de morte de criança de 8 meses ganha a liberdade após 2 anos


Porto Velho, RO - O juiz Áureo Virgílio Queiroz, da 1ª. Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho, colocou em liberdade o casal acusado de matar uma criança de 8 meses, em uma residência localizada no bairro Lagoinha.

O casal estava preso há mais de dois anos e ainda não foi julgado. A denúncia que apura a morte da menor está tramita em segredo de Justiça no processo 0013571-40.2019.8.22.0501.

A prisão temporária do pai da criança, Márcio José da Silva, de 31 anos, e da mãe Raquel Nascimento de Araújo, de 23, foi pedida pelo delegado plantonista da Central de Polícia, onde o crime foi registrado, por suspeita de participação nos crimes de estupro e morte da bebê Milena Eduarda do Nascimento, ocorrido na manhã da sexta-feira, 13 de junho de 2019.

A criança teria sido estuprada e morta por asfixia, segundo o médico de plantão na UPA Leste, local que a vítima já chegou sem vida. O casal e um terceiro elemento, tio da vítima, foram ouvidos na central de Polícia e deram depoimentos contraditórios.

O marido nega o crime e deu entrevista na época dizendo que acreditava ter a esposa dormido por cima da criança, após ingerir bebidas alcoólicas.

Postar um comentário

0 Comentários