Publicidade

Avião de Marília Mendonça bateu em fio de alta tensão

Acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira
 

Porto Velho, Rondônia - A queda do avião bimotor da cantora sertaneja Marília Mendonça na tarde sexta-feira (05) pegou os brasileiros e principalmente fãs de surpresa. O avião caiu em uma cachoeira na cidade de Caratinga, região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais.

Informações oficiais do corpo de bombeiros destacam que todas as pessoas morreram entre os tripulantes da aeronave. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 15h30.

Com a queda o avião não pegou fogo, apenas teve diversos repartições com o impacto junto a pedras e rochas da cachoeira. Além dos bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também participou do resgate do corpo das vítimas.

O apresentador do telejornal Brasil Urgente, José Luiz Datena, rapidamente buscou uma testemunha do ocorrido que destacou que aeronave teria batido em um fio de alta tensão sem sinalização, de uma torre localizada metros a frente de onde o bimotor iria pousar com a cantora e sua equipe.

Rapidamente o jornalista solicitou que sua equipe da TV Band pudesse confirmar a informação que obteve provas com a imagem de uma das torres com um fio estourado.

ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, informou que o avião locado pela cantora estava com as documentações e autorização de voo em dia. Marilia tinha como um de seus bens um jatinho particular, mas vendeu em meio a pandemia de covid-19, e desde então após a venda passou a fretar alguns voos para ações de trabalho.

Fonte - Band

Postar um comentário

0 Comentários