Publicidade

Atuação de pesquisador de Rondônia tem reconhecimento internacional

A Fapero vem apoiando permanentemente a identificação e o combate a doenças tropicais

Porto Velho, RO - 
No ano em que a Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa em Rondônia (Fapero) completa a primeira década de atividades, a Stanford University incluiu o professor doutor Andreimar Martins Soares entre os melhores especialistas do mundo. A notícia foi destacada pelo Governo de Rondônia.

“A publicação da Stanford é a revista Elsevier BV, que contém a lista com os nomes dos pesquisadores mundiais, inclusive brasileiros, e entre eles, o diretor científico”, disse o presidente da Fapero, Paulo Haddad.

Segundo Haddad, a Elsevier BV é uma empresa editorial holandesa especializada em conteúdo científico, técnico e médico, e uma das seis empresas que domina a publicação científica no mundo inteiro.


Andreimar Soares está na lista dos melhores do mundo

Ao longo de sua trajetória na ciência, o professor doutor Andreimar dedicou-se a diversas pesquisas na Fundação Oswaldo Cruz Rondônia (Fiocruz), Universidade Federal de Rondônia (Unir), Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e uma instituição de ensino superior de Porto Velho.

Desde 2007 o pesquisador é livre docente pela Universidade de São Paulo (USP), atuando nas áreas de Bioquímica, Biotecnologia e Toxicologia. Nesta última, destacou-se pelo isolamento e caracterização funcional/estrutural de toxinas animais e inibidores naturais/sintéticos.

Andreimar Soares também identificou e caracterizou estruturalmente produtos naturais de origem animal e vegetal com atividade antimicrobiana e contra doenças tropicais negligenciadas a partir da biodiversidade amazônica e brasileira.

A Fapero vem apoiando permanentemente a identificação e o combate a doenças tropicais negligenciadas, dos quais o cientista Mauro Tada é o maior defensor, desde a sua formação pelo cientista Luiz Hildebrando Pereira, que pesquisou a malária durante três décadas. Tada foi o primeiro doutor em Rondônia.

Atualmente, Andreimar Soares ocupa o cargo de diretor do Departamento de Apoio à Pesquisa e de Formação de Recursos Humanos em Ciência e Tecnologia na Fapero.

ELOGIO

“Com as conclusões alcançadas em suas pesquisas, galgou a posição de um dos grandes responsáveis por descobrir cada vez mais soluções para o bom funcionamento da natureza das relações humanas, culturais e sociais, identificando a cura de doenças, a aplicação de vacinas, medicamentos, e fazendo avançar a tecnologia e a inteligência artificial, entre outros aspectos”, enfatizou o presidente Paulo Haddad.

E acrescentou: “É um orgulho para Rondônia que na lista dos mais renomados cientistas do mundo consta o nome dele, sempre marcado por um trabalho árduo e dedicado à pesquisa científica” .

Postar um comentário

0 Comentários