Publicidade

Soldados do 7° Batalhão da Polícia Militar de Ariquemes são promovidos a cabos

No Estado foram 388 policiais promovidos

Porto Velho, Rondônia - Emoção e alegria marcaram o ato de promoção de mais de 50 soldados da Polícia Militar (PM) do Estado de Rondônia a cabos, no 7º Batalhão da PM (Capitão Sílvio), em Ariquemes. Ao total, 388 policiais militares do Estado de Rondônia receberam na farda as divisas de cabo.

A ação ocorreu conforme a conforme a Lei nº 5.076, de julho de 2021, de autoria do Poder Executivo, que regulamenta a hierarquia da tropa. A ascensão na carreira militar é resultado do tempo do serviço, do bom comportamento e esforço diário desses profissionais em prol da sociedade mediante as atividades desenvolvidas na entidade militar.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alexandre Luiz de Freitas Almeida, destacou o trabalho que vem sendo realizado pelo governador Marcos Rocha na administração do Estado que não tem envidado esforços para assegurar benefícios ao trabalho da PM e externou felicidade ao estar em mais um evento de formatura. “Estamos felizes por ter estado em todas as outras formaturas da Polícia Militar e participar desta. Mais unidades estarão promovendo eventos de promoção das praças PM”.

O secretário da Sesdec, José Hélio Cysneiro Pachá, deixou claro o comprometimento do Governo de Rondônia com todas as áreas, citando que a Segurança Pública, em especial a Polícia Militar, é considerada uma das melhores do país. “Somos referência em outros Estados e muitos nos utilizam como modelo a seguir na segurança pública, isso é muito bom”.

O secretário destacou também os investimentos que foram feitos aos militares ao longo dessa gestão, tais como: entrega de equipamentos, inclusive de alta tecnologia, como foi o caso recente da entrega de drones, e a realização de todos os cursos previstos na PM, Corpo de Bombeiros.

“Ao incentivo somam-se ainda os investimentos feitos este ano pelo governo, como a aquisição de viaturas modernas, equipamentos de proteção individual, armamentos e outras atividades, inclusive as de ensino que viabilizaram promoções em outros postos e graduações”, salientou.

Fonte - SECOM

Postar um comentário

0 Comentários