Publicidade

Por causa da pandemia, lei de vereador Negreiros veta acesso de entregadores de delivery em condomínios da capital

As novas regras aumentam a segurança sanitária


Porto Velho, Rondônia – Através de iniciativa do presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho, Edwilson Negreiros (PSB), trabalhadores que fazem entregas de serviços de delivery não poderão mais ter acesso as áreas internas de condomínios da capital a partir de agora.

A medida tem como fim aumentar a segurança sanitária destes ambientes, ajudando a impedir a circulação do vírus. Além dessa determinação, a lei também estabelece a forma como os produtos devem estar acondicionados no momento da entrega, bem como as formas de pagamento. As entregas devem ser feita na portaria dos condomínios, e o distanciamento de um metro entre o entregador e o cliente deve ser mantido

Nos dois casos o propósito é evitar ao máximo o contato direto das pessoas com superfícies ou produtos que possam estar contaminados. No que diz respeito ao pagamento, o uso de alternativas eletrônicas ao invés de dinheiro em espécie ficou determinado na legislação.

A lei também determina que as empresas é que ficam responsáveis em disponibilizar EPIs aos entregadores, assim como álcool em gel e outros produtos para proteção individual dos trabalhadores.

Postar um comentário

0 Comentários