Publicidade

O DIA NA HISTÓRIA



BOM DIA 31 DE OUTUBRO!

Esta coluna está em luto pelo falecimento de Zé Catraca, ontem, 30, um de seus colaboradores-master. Que Deus o receba e conforte sua família.

COMEMORA-SE

Dia da Reforma Luterana, Dia do Saci, Dia Mundial das Cidades, Dia Mundial do Comissário de Voo, Dia das Bruxas, Dia Nacional da Poesia,

Dia Nacional da Proclamação do Evangelho, Dia da Dona de Casa.

Católicos lembram Santo Afonso Rodriguez, Santo Wolang de Ratisbona e São Estácio de Bizâncio..

RONDÔNIA

1947 - Frederico Trotta toma posse como governador do Guaporé, o terceiro no cargo.

BRASIL

1996 – Voo TAM 402 cai em São Paulo, matando 96 pessoas a bordo e outras três em terra. 2010 – Dilma Rousseff é a primeira mulher eleita presidente do Brasil.

MUNDO

1517 — Martinho Lutero publica suas 95 Teses na porta da igreja do Castelo de Wittenberg. 

1940 – Hitler perde a batalha da Grã-Bretanha e desiste de invadir a Inglaterra. 

1942 — O Papa Pio XII efetua um ato solene de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria. 

1984 – Indira Gandhi, chefe do governo indiano, é assassinada por dois membros de sua segurança, fanáticos da seita sique.

FOTO DO DIA

O garoto Sílvio Santos, que quando criança vendia sacos de papel para quem fazia compras no mercado público de Porto Velho e que, adulto, sob o pseudônimo Zé Catraca, tornou-se o mais requisitado especialista em cultura do Estado, deixou uma imensa cratera, ao falecer na madrugada de ontem, 30, para os que o tinham como principal fonte de informação sobre folclore, carnaval, história – aliás, sobre Porto Velho e sua história era um mestre, músico, cantor, compositor e muito mais, autêntico ativista cultural. 

Agregue aí ter sido um elemento importante da nossa história oral, especialmente no período 1950 em diante, funcionar, inclusive para historiadores conforme a lei diz (só pode ter o registro quem seja graduado em História), que o procuravam para aprender, dirimir dúvidas e até para ouvir uma boa aula. 

Escritor, membro da academia Rondoniense de Letras, amo de boi-bumbá. 

Sabe aquele produto de 1001 utilidades? 

Era assim o Zé Catraca que, com certeza, teremos muitas dificuldades de conseguir um substituto à altura.

Postar um comentário

0 Comentários