Publicidade

Moradora da Resex Rio Cautário em Rondônia participa de capacitação do Ministério do Meio Ambiente, em Brasília

Estudantes recebem orientações de técnicos do Ministério do Meio Ambiente durante capacitação

Porto Velho, RO - Como proposta de fomentar a educação e formação ambiental, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), participou do projeto “Missão de Jovens para a Formação e Engajamento de Redes”, em Brasília (DF). A capacitação faz parte do projeto do Ministério do Meio Ambiente e contou com jovens mulheres de Rondônia, Acre, São Paulo e do Distrito Federal em uma semana de imersão em pautas relacionadas ao meio ambiente.

Uma das escolhidas para participar deste encontro foi a estudante de biologia e extrativista, Francilene Costa, que mora na Resex Rio Cautário, localizada entre os municípios de Guajará-Mirim e Costa Marques, em Rondônia.

O evento foi promovido pela Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais, do Governo Federal, e teve como objetivo discutir temas relacionados à sustentabilidade e mudanças climáticas, além de proporcionar que os participantes levem a experiência de volta para as comunidades onde vivem. No encontro, realizado na última segunda-feira (27), o grupo foi recebido pelo Ministro do Meio ambiente, Joaquim Leite.


Grupo foi recebido pelo ministro do meio ambiente em Brasília

Além do conhecimento compartilhado, a iniciativa visa impulsionar a criação de uma equipe de jovens que vão trabalhar o engajamento na temática de políticas e ações sobre os impactos climáticos, com o objetivo de ampliar a capacidade de inserção em espaços de tomada de decisões pensando no meio ambiente.

Com esta capacitação, as mulheres terão o apoio e orientação necessária para desenvolver ações ambientais e fazerem parte dos espaços de discussão sobre temáticas relevantes para as problemáticas do país.

“Pretende-se instrumentalizar os jovens com informações e apoio necessário para que desenvolvam ações ambientais em diferentes contextos e para que entendam e participem ativamente dos processos que envolvam formação, informação e difusão de conhecimentos sobre o clima e seus impactos”, apontou o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, em comunicado oficial.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários