Publicidade

Estado pagará indenização a esposa de detendo morto por enforcamento dentro da Colônia Penal


Estado pagará indenização a esposa de detendo morto por enforcamento dentro da Colônia Penal

Porto Velho, RO - O Juízo da 2ª. Vara da Fazenda Pública condenou o Estado de Rondônia ao pagamento de indenização por dano moral no valor de R$ 25 mil à esposa de um detento morto por enforcamento por colegas dentro da cela onde estava preso, na Colônia Penal de Porto Velho. 

De início, a ocorrência falou em suicídio, mas os exames periciais e as investigações constataram homicídio. O detento, identificado por Everson Almeida Gonzaga, na época com 24 anos, e o crime aconteceu dia 31 de janeiro de 2018, por membros de uma facção criminosa. 

A morte do detento é mais um assassinato ordenado pelo Tribunal do Crime. O crime foi ordenado, segundo a Polícia, por um elemento conhecido por “Revolucionário” (Rafael Pimentel Duarte de Souza), e executado por outros três membros da facção, após interrogatório. 

Para a Justiça, o Estado falhou no seu dever de assegurar a integridade do preso, e, por isso deve ser responsabilizado.

Postar um comentário

0 Comentários