Publicidade

Queiroz presta continência para boneco de Roberto Jefferson

A cena aconteceu no Rio de Janeiro


Porto Velho, Rondônia - Após ser tietado na manifestação bolsonarista de Copacabana, zona sul do Rio, Fabrício Queiroz postou uma foto em que presta continência para um boneco de papelão do presidente do PTB, Roberto Jefferson. Após passar anos preso por causa do Mensalão, Jefferson agora está na cadeia por integrar uma organização que busca "desestabilizar as instituições republicanas", segundo decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Na foto publicada no Instagram pessoal de Queiroz, restrito a seus seguidores, o amigo de longa data do presidente Jair Bolsonaro chama Jefferson de "patriota" e afirma: "Tem meu respeito!!"

Durante o ato no Rio, o ex-assessor da família Bolsonaro denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito das "rachadinhas" no gabinete do senador e ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) foi tietado pelos manifestantes. Posou para fotos ao lado de apoiadores do presidente, do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) e do estadual Rodrigo Amorim (PSL).

Queiroz é acusado de ser o operador dos desvios de salários de assessores "fantasmas" de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio. Eles ainda não são réus, mas já foram denunciados pelo Ministério Público junto com outras 15 pessoas. O suposto operador chegou a ser preso preventivamente em junho do ano passado por tentar obstruir as investigações, mas conseguiu, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), converter a prisão em domiciliar. Em março deste ano, a mesma Corte o tornou livre.

Neste 7 de setembro, o policial da reserva publicou diversas imagens dos atos bolsonaristas, que tiveram forte teor golpista - especialmente nos ataques ao Judiciário. Numa delas, Queiroz aparece de camisa do Brasil ao lado do filho Felipe. Em um vídeo gravado em Copacabana, canta o hino nacional aos berros. O ex-assessor já havia compartilhado um vídeo da invasão de ontem à noite na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Na legenda, comemorou a ação.

As publicações bolsonaristas têm sido recorrentes no Instagram do policial da reserva. Na semana passada, por exemplo, divulgou que uma amiga estava vendendo bonés com os dizeres "Bolsonaro 2022". E se colocou como intermediário das vendas: "Interessado fazer contato no privado."

Fonte - Estadão

Postar um comentário

0 Comentários