Publicidade

N° de passageiros cresce 53% no feriado da Independência em Porto Velho e 11 mil viajantes devem passar pelo aeroporto

Aeroporto Governador Jorge Teixeira, em Porto Velho, deve ter movimentação 53% do que no feriado do ano passado — Foto: Rede Amazônica


Porto Velho, Rondônia - Mais de 10 mil pessoas devem voar a partir de Porto Velho neste feriado da Independência, segundo estimativa da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Ao todo, o aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira terá 79 voos durante o 'feriadão', um crescimento de 4%. O fluxo na malha aérea Na capital começou a ser contado em 3 de setembro e vai durar até o dia 8, quarta-feira.

A estimativa é que 11.522 passageiros passem pelo aeroporto Governador Jorge Teixeira durante seis dias.

Ainda conforme a Infraero, o número de passageiros transportados a partir de Porto Velho deve ser 53% maior em comparação com o mesmo período do ano passado (quando 7.554 passageiros viajaram no feriado da Independência).

Medidas contra a Covid

Para quem for viajar no período de feriado da Independência, o uso de máscara segue obrigatório tanto nos aeroportos quanto dentro da aeronave.

Porém, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), algumas máscaras são proibidas durante a permanência no aeroporto ou durante o voo. São elas:

  • Máscaras de acrílico ou de plástico;
  • Máscaras com válvula, mesmo que sejam as N95/PFF2;

  • Lenços, bandanas de pano ou qualquer outro material que não seja caracterizado como máscara de proteção de uso profissional ou de uso não profissional;

  • Protetores faciais (face shields) usados sem máscara por baixo;

  • Máscaras de proteção de uso não profissional confeccionadas com apenas uma camada ou que não observem os requisitos mínimos previstos nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) de número PR 1002. Entre os exemplos estão máscaras de apenas uma camada, de paetê ou de tricô ou crochê.

A máscara tem que estar bem ajustada ao rosto, cobrindo o nariz, boca e queixo e minimizando espaços que permitam a entrada ou saída do ar e de gotículas respiratórias.


Veja como usar corretamente a máscara para se proteger da Covid-19 — Foto: Anderson Cattai/G1


O uso de máscara está dispensado para:


  • Pessoas com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual, deficiências sensoriais ou qualquer outra deficiência que as impeça de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, conforme declaração médica;

  • crianças com menos de 3 (três) anos de idade;

  • A Sociedade Brasileira de Pediatria não recomenda o uso de máscaras por crianças com menos de 2 anos.
Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários