Publicidade

Vara do Júri denuncia marido que matou ex-mulher após bebedeira

Crime aconteceu no ano passado


Porto Velho, Rondônia - O juízo da 2ª. Vara do Júri de Porto Velho aceitou a denúncia do Ministério Público para levar a julgamento popular, o popular Pedro Vagner Mendes Ferreira, pelo assassinato de sua ex-mulher, Vanessa Cunha dos Anjos, de 32 anos. O acusado será julgado por homicídio qualificado (feminicídio, surpresa, motivo torpe e utilização de meio cruel).

O crime aconteceu no final da noite do dia 29 de abril de 2020, na rua Senador Álvaro Maia, bairro São João Bosco, residência da vítima. Segundo a denúncia, os dois tinham uma filha e estavam separados há 6 meses, mas estavam ingerindo bebidas alcoólicas em frente à residência, no dia do crime. Os vizinhos chegaram até a confraternizar com o casal.

A vítima foi morta a facadas na frente das três filhas menores (uma delas, de 4 anos, filha do casal). Testemunhas contaram em depoimento à Polícia que a vítima teria iniciado uma agressão com a faca, momentos após chamar o acusado de corno e contar um suposto caso de traição. Além disso, a vítima tinha temperamento violento e agrediu o acusado em outras ocasiões.

Para o Juízo, o crime se deu pelo fato de o réu ver a vítima como seu objeto e nutria sentimento de posse em relação a ela, não aceitando a vontade da ofendida em terminar a relação, se valendo do fato da vítima ser do sexo feminino (caracterizando o feminicídio). O Juízo irá manter o acusado preso, pelo menos por mais 90 dias.

Postar um comentário

0 Comentários