Publicidade

Morre Léia Leandro personagem da cena política de Porto Velho

O adeus da "Vitaminada"

Porto Velho, Rondônia - Ela foi conhecida por apelidos como “Vitaminada” e “Cicciolina de Porto Velho”, e fez história na política da capital de Rondônia apesar de nunca ter conseguido ser eleita foi muito boa de votos e ajudou seu partido, o hoje rebatizado MDB, a eleger muita gente para a Câmara Municipal, Assembleia Legislativa e até mesmo Câmara Federal, graças a matemática de legenda.

Nascida em Porto Velho na década de 60 do século passado, Léia sempre foi uma figura diferenciada, e tentou a sorte apostando numa carreiras artística no eixo Rio-São Paulo, que acabou não decolando, apesar de ter feito pontas em novelas e programas humorísticos. Acabou encontrando algum espaço no cinema erótico, chegando até a protagonizar obras do gênero, mas terminou retornando a Rondônia.

Seu carisma e fama acabaram desaguando no convite para ingressar na política, na década de 90, ocasião em que acabou ganhando os apelidos e até mesmo projeção nacional por um ato que na primeira vez foi intempestivo, mas acabou se tornando sua marca registrada: abrir a blusa e exibir os fartos seios – daí vieram os apelidos citados na abertura da matéria – quando finalizava seus discursos nos palanques.

A ação acabou virando sua marca registrada, presente inclusive no material de divulgação de campanha, chamando a atenção de todo mundo, e chegando a repercutir nacionalmente. Ironicamente, o que não havia conseguido na carreira artística obteve com um único gesto, e ganhou fama nacional, sendo cotada até mesmo para ser entrevistada pelo “Programa do Jô”, talk show de maior sucesso na História da televisão brasileira.

Há quem acredite que Leía foi usada por políticos como mera “escada” para eleger os outros, mas ela pelo jeito não se incomodava com isso, e até onde pôde concorreu a eleições, sendo a última em 2.014.

Fez família e se envolveu em causas sociais, até ser surpreendida pelo câncer, que a atacou na garganta inicialmente, e depois de travar uma dura batalha contra a doença sucumbiu neste final de semana, para tristeza da família e de tanta gente que conquistou ao longo da vida.

Ela sendo homenageada neste domingo pelo MDB de Rondônia, mas ainda não foram divulgadas informações acerca do funeral e sepultamento.

Por - Mario Quevedo

Postar um comentário

0 Comentários