Publicidade

Crime do Motel: Acusado de matar a ex-mulher vai a julgamento na próxima quarta-feira

Tribunal do Júri decide o caso

Porto Velho, Rondônia - Maick Delegado Leite, pronunciado no início do ano passado pelo assassinato da estudante Victória Gandes Dias, de apenas 17 anos, no interior de um motel de Porto Velho, será julgado na próxima segunda-feira pelo sinédrio popular. O júri está marcado para iniciar-se as 8 horas da manhã.

A defesa do acusado entrou com um pedido junto à 2ª. Vara do Júri para que o julgamento fosse desforrado (transferência de cidade). Maick foi preso em Manaus, onde possui parentes e a defesa defende que ele fosse julgado no Amazonas, para evitar retaliações, já que o crime foi de grande repercussão.

O crime aconteceu nas vésperas do Natal de 2018 e Maick manteve-se foragido por quase um ano, até ser preso. Caso não seja possível adiar o júri, a defesa pediu para que Maick não seja não permaneça custodiado em nenhum presídio de Porto Velho em virtude de sua segurança pessoal.

Os advogados ainda alegaram que estão com outros compromissos na defesa de outras ações para participarem em Manaus (AM) e não teriam como participar da audiência de julgamento. Para o Juízo, a defesa não demonstrou qualquer motivo legal para que o pregão seja transferido e realizado em outra comarca.

“(...) não bastam mera suposições ou ilações sobre a neutralidade do Conselho de SENTENÇA. É imprescindível a existência de elementos concretos e indicativos de que, caso o réu seja julgado perante o juízo originariamente competente, poderá ver-se prejudicado ou indevidamente beneficiado por DECISÃO contaminada pela parcialidade dos jurados”, disse o juiz da vara em sua decisão.

O CRIME

Victória Gandes foi morta a tiros durante um encontro íntimo no interior de um motel na zona leste da cidade, após ser atraída ao local pelo seu ex-marido Maick Delgado Leite.

Maick será julgado por infração ao art. 121, §2º, incs. I (motivo torpe), IV (recurso que dificultou a defesa da vítima) e VI (feminicídio) c/c o §2º-A, I (violência doméstica), ambos do Código Penal.

O crime aconteceu no dia 21 de dezembro de 2018, no horário noturno, na Av. Mamoré, n. 200, Bairro Castanheiras, no “D”Lirium Motel”. Victória foi atraída para o local através de uma proposta de conciliação e foi brutalmente assassinada com cinco tiros supostamente desferidos por Maick.

Segundo a denúncia, o acusado não aceitava o fim do relacionamento e se utilizou das qualificadoras para atingir a vítima de forma repentina sem dar a ela chance de defesa, valendo-se da condição dela que era do sexo feminino. O juízo considerou o caso como de violência doméstica pois os dois viveram uma união estável.


Postar um comentário

0 Comentários