Publicidade

Rondônia recebe duas novas remessas de vacinas com 27.380 doses contra a covid-19

 


Porto Velho, Rondônia - O Governo de Rondônia, por meio da Agencia Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu nesta sexta-feira (18) mais duas remessas de imunizantes contra a covid-19, sendo 16.380 doses da Pfizer e 11 mil doses da vacina Coronavac. Os imunizantes foram entregues na Central Estadual de Rede de Frio, em Porto Velho, e serão distribuídos às seis Gerências Regionais de Saúde (GRS) localizadas na Capital, em Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena.

A remessa da Coronavac será disponibilizada com a primeira e a segunda dose para os trabalhadores da Saúde, pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades, e também pessoas com deficiência permanente.

Quanto a vacina da Pfizer, será destinada apenas para atender com a primeira dose, contemplando o mesmo público-alvo mencionado, além de incluir trabalhadores da Educação do Ensino Básico, Forças de Segurança e Salvamento, e Forças Armadas. A distribuição destas doses obedece aos critérios do Plano Nacional de Operacionalização (PNO).

FORÇA TAREFA

Neste sábado (19), o Governo do Estado realizará uma força-tarefa para contribuir com a vacinação dos grupos prioritários no município de Candeias do Jamari. A expectativa é que sejam vacinadas cerca de três mil pessoas. A mobilização vai acontecer na Escola Jaime Barcessat, de 8h às 10h, para a população prioritária que mora na zona rural, e 10h às 17h, aos grupos prioritários da área urbana.

O público-alvo a ser vacinado serão deficientes físicos permanentes, Forças de Segurança e Salvamento, trabalhadores da Educação e pessoas acima de 40 anos (com comorbidades ou sem comorbidades) que residem na região. No domingo (20), está previsto acontecer a mesma ação, desta vez, voltada a trabalhadores da Educação de Porto Velho.

A ação do Poder Executivo envolve profissionais da Secretária de Estado da Saúde (Sesau), Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Corpo de Bombeiros Militar, a 17ª Brigada de Infantaria e Selva (17ª Bda Inf Sl) e as Prefeituras, por meio das Secretarias Municipais de Saúde de cada localidade.

Segundo o diretor executivo da Agevisa, Edilson Silva, para a ação de domingo na capital, o mutirão do Estado vai realizar a vacinação dos profissionais da Educação pela Prefeitura, em três locais de atendimento: Centro Universitário Aparício Carvalho (Fimca), Unidades Básica de Saúde (UBS) e no pátio do Palácio Rio Madeira.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários