Comissão especial adia para maio votação do relatório da reforma da Previdência - Alô Rondônia - Informação é Poder |
Rondônia, 27 de maio de 2017
Compartilhe:

Comissão especial adia para maio votação do relatório da reforma da Previdência

O deputado Arthur Maia lê seu relatório na comissão especial da Câmara

Por Yara Aquino - Agência Brasil
19/04/2017 15h27 - Atualizada às 19/04/2017 15h31
 (Foto: )

Com a leitura, hoje (19), pelo deputado Arthur Maia (PPS-BA), de parte do relatório sobre a proposta de reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, os parlamentares definiram o calendário de tramitação da matéria. A previsão é que o parecer de Maia seja votado na comissão no dia 2 de maio.

O presidente da comissão, Carlos Marun (PMDB-MS), fez um acordo com a oposição para que não houvesse obstrução durante a leitura do parecer e se comprometeu a fazer sessões de debate na próxima semana. Segundo Marun, com a votação do relatório no colegiado no próximo dia 2, a previsão é que a leitura no plenário da Câmara ocorra no dia 8 de maio.

Perguntado por jornalistas se considera um retrocesso o adiamento da previsão inicial de ter o relatório votado na comissão na próxima semana, Carlos Marun, respondeu que não. “Não vejo nenhum retrocesso, na verdade, é uma otimização de tempo. Poderíamos estar aí perdendo muito tempo e energia para vencer a obstrução que a oposição certamente faria, todavia, tendo celebrado um acordo, fico feliz com esse resultado”, disse.

Arthur Maia iniciou a leitura do relatório por volta do meio-dia. Com quase uma hora de apresentação, a reunião foi suspensa para que os parlamentares participassem da ordem do dia no plenário da Câmara. A expectativa é que a leitura seja retomada ainda hoje na comissão especial.

No texto, o relator reduz a idade mínima para a aposentadoria das mulheres de 65 anos para 62 anos Outra alteração proposta em relação ao texto inicial enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional é reduzir de 60 anos para 55 anos a idade mínima de aposentadoria para policiais policiais federais, rodoviários federais, ferroviários federais, policiais civis e os agentes penitenciários.

Edição: Juliana Andrade

Assinada "Ordem de serviço" para construção de creche no Bairro Gerson Neco

A obra esta orçada em pouco mais de 02 milhões de reais

Novo leilão prevê envio de 22,4 mil toneladas de milho para municípios do Nordeste

O milho a ser removido está estocado em Mato Grosso e terá como destino diversos municípios

Ariquemes: Queimada urbana é crime e multa pode chegar a 25 mil reais

A Lei Municipal Nº 1.495/09 - proíbe as atividades de incineração ou queima a céu aberto de lixo

Após briga, relatório da reforma trabalhista é dado como lido na CAE do Senado

Jereissati deu como lido o relatório e marcou a votação da reforma na comissão para a próxima terça

Equipes da vigilância em saúde realizam mutirão de prevenção a febre maculosa

Em Ariquemes foi registrado um caso da doença em 2016
Bodas de Ouro: Celso e Terezinha

Bodas de Ouro: Celso e Terezinha

STF condena Maluf a mais de sete anos de prisão e à perda de mandato de deputado

A pena será cumprida, inicialmente, em regime fechado

As Princesas do Sertanejo Gleidi e Geici celebram chegada do primeiro EP da carreira

Projeto reúne quatro canções e está disponível em todas as plataformas digitais

Fundador do China in Box estará em Ariquemes

Ele cursou odontologia, como o pai, mas acabou se tornando empreendedor, como o avô
© 2017 - Todos os direitos estão reservados - Alô Rondônia  Termos de uso  Política de privacidade | Fale conosco |