Comissão especial adia para maio votação do relatório da reforma da Previdência - Alô Rondônia - Informação é Poder |
Rondônia, 23 de abril de 2017
Compartilhe:

Comissão especial adia para maio votação do relatório da reforma da Previdência

O deputado Arthur Maia lê seu relatório na comissão especial da Câmara

Por Yara Aquino - Agência Brasil
19/04/2017 15h27 - Atualizada às 19/04/2017 15h31
 (Foto: )

Com a leitura, hoje (19), pelo deputado Arthur Maia (PPS-BA), de parte do relatório sobre a proposta de reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, os parlamentares definiram o calendário de tramitação da matéria. A previsão é que o parecer de Maia seja votado na comissão no dia 2 de maio.

O presidente da comissão, Carlos Marun (PMDB-MS), fez um acordo com a oposição para que não houvesse obstrução durante a leitura do parecer e se comprometeu a fazer sessões de debate na próxima semana. Segundo Marun, com a votação do relatório no colegiado no próximo dia 2, a previsão é que a leitura no plenário da Câmara ocorra no dia 8 de maio.

Perguntado por jornalistas se considera um retrocesso o adiamento da previsão inicial de ter o relatório votado na comissão na próxima semana, Carlos Marun, respondeu que não. “Não vejo nenhum retrocesso, na verdade, é uma otimização de tempo. Poderíamos estar aí perdendo muito tempo e energia para vencer a obstrução que a oposição certamente faria, todavia, tendo celebrado um acordo, fico feliz com esse resultado”, disse.

Arthur Maia iniciou a leitura do relatório por volta do meio-dia. Com quase uma hora de apresentação, a reunião foi suspensa para que os parlamentares participassem da ordem do dia no plenário da Câmara. A expectativa é que a leitura seja retomada ainda hoje na comissão especial.

No texto, o relator reduz a idade mínima para a aposentadoria das mulheres de 65 anos para 62 anos Outra alteração proposta em relação ao texto inicial enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional é reduzir de 60 anos para 55 anos a idade mínima de aposentadoria para policiais policiais federais, rodoviários federais, ferroviários federais, policiais civis e os agentes penitenciários.

Edição: Juliana Andrade

Três, dos nove trabalhadores rurais assassinados no Mato Grosso, eram de Rondônia

De acordo com o órgão, os corpos são de homens adultos e, portanto, não há crianças entre os mortos

Polícias Civil e Militar deflagram Operação Velozes e Furiosos em Ouro Preto

Os presos foram encaminhados à Casa de Detenção de Ouro Preto do Oeste

Imagem de Aparecida no Parque de Exposição da Expoari

A imagem recebida em Ariquemes é a mesma que fica na Basílica de Aparecida

Projeto Beija Flor é levado para Comunidades Rurais

O Projeto Beija Flor já é desenvolvido semanalmente no Distrito Bom Futuro

Ariquemes: Município vai realizar a Corrida Rústica do Trabalhador

Evento será dia 30 de abril e inscrições podem ser feitas até o dia da prova
Bodas de Ouro: Celso e Terezinha

Bodas de Ouro: Celso e Terezinha

Futebol feminino: Barcelona, de Vilhena, prepara equipe para estadual

Viviane Almeida será a treinadora do time no campeonato Rondoniense

Ariquemes vai sediar 2ª etapa do campeonato Rondoniense de Tiro Prático

Evento será realizado nos dias 29 e 30 de abril no CTAR - Clube de Tiro Ariquemes

Quatro razões para explicar por que apenas 2 de 155 delatores da Lava Jato são políticos

A lista de delatores da Lava Jato não para de crescer
© 2017 - Todos os direitos estão reservados - Alô Rondônia  Termos de uso  Política de privacidade | Fale conosco |